Apaixonada

(Foto: Image Source)


Há algum tempo atrás escrevi um texto que fala sobre a minha sabotagem a meus relacionamentos, assumi algo que a grande maioria das pessoas nunca fariam ou farão.

Atualmente, deixei-me seduzir e do nada me senti pronta para entregar-me a um sentimento que antes não permitiria. Não estou importando com o depois, somente com o agora, não quero saber das conseqüências, se sofrerei, se chorarei, quero viver, quero e intensamente.

E digo, estou apaixonada e pelo desconhecido, sem medo do novo, do diferente, do que pode acontecer e se acontecer, pronta para me entregar, para ser seduzida, para amar e ser amada. Não quero saber o que outros pensarão, não quero pensar no futuro, quero o agora. Estou decidida, vou me entregar de corpo, de alma e de coração.

Fechar os olhos, lembrar da voz e desejar o toque, leve como brisa. Lembrar do toque e sentir o gosto, o gosto dos lábios, ou, ao menos, imaginá-los, porque é a única coisa que no momento posso fazer.

Meu coração está bobo e não me preocupo com isso. Sou mulher moderna, mas tenho desejos, tenho sonhos e, às vezes, imagino ‘o’ príncipe encantando vindo buscar-me montado à cavalo. Não imagino ‘o’ príncipe, somente o cavalo, que é branco, branco como neve e vem em minha direção num leve trote.

No Ipod: Resta - Ana Carolina e Chiara Civello

5 comentários:

NowaY 16 de setembro de 2009 19:02  

Vai fundo prima! Eu ainda estou cicatrizando as minhas feridas pra me permitir sentir isso de novo... Bjús!

Su 17 de setembro de 2009 05:41  

É sempre hora linda fênix!

(.Я↯A.)®✶ 17 de setembro de 2009 16:58  

Nhááá, a tempo que não nos falamos né?, mas to torcendo aqui para ti, bjin e sucesso!

Ana Shirley 18 de setembro de 2009 17:43  

tão romantica! acho que no fundo toda mulher é assim,mais hoje em dia a mulher atual se deixou endurecer, talvés se tenha amargurado demais e ñ se permite mais sonhar, nem que seja um sonho bobo, um pouco inocente e doce... eu tenho os pés no chão, mas nunca vou deixar de sonhar os mais loucos e fantasiosos desejos de uma mente assumidamente romantica.
=D

ologicoeoirracional 20 de setembro de 2009 19:51  

É interessante sondar certos rumos. Enveredar por caminhos tortuosos e, dentre eles, gostar é o maior dos riscos.

Postar um comentário

  © DO MUITO E DO POUCO

Design by Emporium Digital