Cozinha Solteira




2013 é o ano da nova vida, tomei decisões, comecei a namorar, estou de mudança para outra cidade, mas não parei de estudar e ainda não passei num concurso (que continua sendo mais que o foco para este ano). Mas me permiti, quero realmente sentir coisas novas e quero me entregar a elas... Vamos ao que interessa?

Que a cozinha é o coração da casa, ninguém tem dúvidas. Eu adoro cozinhar, comer (#vaigordinha), gosto de agradar minha família e meus amigos (agora, o namorado!). Mas não é disso que trata esse projeto. O Projeto, Cozinha para Solteiros, surgiu numa conversa na mesa de bar com alguns amigos que não tem nenhuma experiência na cozinha e não tem a mínima ideia do que cozinhar e de como cozinhar. 

Na realidade, prentendo ensiná-los a cozinhar, vamos adaptar receitas e tentar ao máximo facilitar a vida de vocês. Vamos brincar de dicas de cozinha, receitas e o que mais for necessário (aceito sugestões). Começarei com um KIT BÁSICO DE COZINHA, que não serve só para solteiros, serve também para recém-casados e para pequenas famílias. E também teremos: Como cozinhar arroz.

Não vejo necessidade de ter tudo ou apetrechos que você nunca utilizará, aos poucos vocês poderão ir comprando. Exemplo: Gosto de usar pimenta do reino moída na hora, mas não vejo necessidade de se ter um moedor inicialmente, mas adianto isso pode te empolgar. Tentarei, ao máximo, adaptar as receitas para uma ou duas pessoas (cozinhar para uma pessoa é praticamente impossível).

KIT BÁSICO DE COZINHA

  • Jogo de 5 panelas (que tenham incluído uma frigideira - de preferência antiaderente);
  • Panela de pressão;
  • Leiteira;
  • Cuscuzeira (serve para cozinhar alimentos no vapor, se for para fazer cuscuz e mora sozinho, recomendo comprar uma cuscuzeira pequena, que faz somente uma porção);
  • Escorredor de macarrão (de plástico ou de inox - servirá também para escorrer alimentos);
  • Forma para bolo ou pudim (com buraco);
  • Assadeira retangular;
  • Assadeira redonda (que caiba uma pizza);
  • 2 Bacias de plástico/inox (pequena e média), também servirá de saladeira;
  • Jogo 24 peças de talheres;
  • 3 facas de corte para cozinha;
  • Pegador de macarrão;
  • 2 colheres grandes;
  • 2 conchas pequena/média;
  • Espumadeira para frituras;
  • Espátula de silicone;
  • 2 colheres de pau de boa qualidade;
  • Peneira/Coador média;
  • Ralador;
  • Abridor de Garrafas;
  • Abridor de vinho;
  • Abridor de latas;
  • Batedor de carnes (eu não tenho em casa, uso o cabo ou o lado sem corte da faca);
  • FUE: Batedor de ovos (também servirá se você arriscar-se a fazer um bolo e não tem batedeira);
  • 4 pratos rasos;
  • 4 pratos fundos;
  • 4 pratos de doce;
  • 4 taças para sobremesa;
  • 4 canecas;
  • Copos (fica a seu critério ter alguns tipos de copo, como copos long drink, whisky, etc);
  • Jarra para suco;
  • Açucareiro;
  • Manteigueira;
  • Jogo de taças para vinhos;
  • 1 jogo de xícara para cafezinho;
  • Galeteiro;
  • Fruteira;
  • Garrafa Térmica (se você adora café e quer fazê-lo em casa) ou se preferir uma Cafeteira;
  • Suporte para filtro de café;
  • Colheres e xícaras de medida (se você realmente pretende cozinhar e fazer tudo direitinho);
  • Fatiador de queijo;
  • Escorredor de pratos;
  • Lixeira de Pé;
  • Lixeira de Pia;
  • Porta bucha de prato;
  • Escova Lava-louça;
  • 5 Panos de prato;
  • 2 panos de pia;
  • Porta Guardanapo;
  • Porta Papel Alumínio e Plástico Filme;
  • Vasilhas plástica para armazenar comida na geladeira e freezer (médias/pequenas);
  • 2 pirex médios (para servir comida ou fazer lasanhas para mais de 2 pessoas);
  • Pirex com tampa que guardariam 1 porção, suficiente para você comer. (congelamento);
  • Porta talheres;
  • Paliteiro;
  • Porta Temperos (vidrinhos pequenos que tenham tampa também serve ou você compra os temperos nas embalagens que vendem nos mercados);
  • Descascador de batatas;
  • Descanso de panelas;
  • Espremedor ou socador de alho (não gosto de temperos prontos);
  • Espremedor de batatas;
  • Faca para pão;
  • Garfão (um grande garfo para grelhar bifes);
  • Luva Térmica;
  • Potes de mantimentos;
  • Porta óleo;
  • Plásticos para freezer e guardar alimentos na geladeira;
  • Tábua de carnes;
  • Tesoura para cozinha;
  • Avental (para você não se sujar quando for cozinhar);
  • Uma petisqueira (para você fazer bonito quando for receber os amigos);
  • E os eletrodomésticos básicos: Liquidificador, batedeira, processador de alimentos, microondas, geladeira e etc.

A PRIMEIRA RECEITA - ARROZ


Quando eu morava sozinha, particularmente, preferia comprar um arroz que era vendido em saquinhos individuais, uma porção, eram de fácil preparo, só colocar na água com sal fervente, dentro do próprio saquinho e esperar cozinhar (parece um arroz instantâneo, mas não é), bem gostoso (tem variedades), rápido e fica soltinho. A porção individual dava para duas refeições (não sou muito de arroz). Mas se você prefere, aquele com sabor de mãe, refogado no alho... Hummm... Recomendo que você compre o menor pacote que você conseguir, dois kilos e acondicione bem, dependendo de quantas vezes cozinhar em casa, durará uma eternidade. Cada tipo de arroz tem um tipo de cozimento, geralmente, nas embalagens vem dicas de tempo e como cozinhar, mas aquele branquinho, que comemos todos os dias, a preparação é basicamente assim:

Para cada medida de arroz, duas de água. Se você for fazer 1 xícara chá de arroz, coloque duas xícaras de chá de água. Essa medida, pra mim, é mínima, depende da quantidade que você come, dizem que uma xícara de chá de arroz serve duas pessoas. Depois de medido, lave-o (sem sabão, tá?), até a água fique transparente (o arroz contem amido), escorra-o e reserve. 

Use uma colher (chá) de óleo ou azeite. Refogue um dente de alho picadinho ou socado ou uma colher (chá) desses alhos processados que compramos em supermercados (fica a seu critério, até a quantidade), pode-se refogar cebola também. Não deixe queimar. Assim que estiver refogado, acrescente o arroz e refogue-o, até que ele seque, isso deixa os grãos do arroz soltinho, você perceberá.

Acrescente as duas medidas de água, coloque sal à gosto (eu costumo fazer o arroz com menos sal) e deixe ferver sem tampa, acerte o sal. Quando estiver começando a secar, tampe a panela (se você tampar antes, quando começar a ferver, derramará água no fogão). Fique de olho, para saber se o arroz está pronto, quando estiver seco, com um garfo afaste os grãos para ver se a água secou, na dúvida, experimente para saber se está cozido, senão, acrescente um pouco mais de água. Se estiver pronto, deixe a panela tampada por uns 10 minutos antes de servir.

Dicas:
- Se você usar aqueles temperos prontos e ele tiver sal, cuidado na hora de temperar.
- Se for colocar cebola no refogado, deixe para colocar o alho depois que a cebola começar a ficar transparente, o alho refoga mais rápido que a cebola e você correrá o risco de queimá-lo.
- Para garantir que o arroz fique soltinho, quando você desligar a panela, revire-o com um garfo (garfo, não é colher).
- Se você gostar de um arroz mais duro ou mais papa, diminua ou aumente a quantidade de água.
- Se o arroz queimar, se não queimou muito e não ficou com cheiro, retire a parte de cima do arroz para aproveitá-lo, não misture com a parte queimada. Se queimou muito, ria e tente novamente.
- Poderemos misturar várias coisas, acrescentar ervilhas e milho, cozinhar com cenoura raladinha, temperar com caldos, acrescentar cheiro verde depois de cozinho e muitas outras coisas.

Se você sentirem falta de algo na lista e tiverem dúvidas, comentem!

No iTouch:




1 comentários:

Máfia Sonora 18 de janeiro de 2012 12:36  

Hummm adoro arroz feito na hora, e bem legal esse projeto Nika, aguardo as outras receitas beijão linda :-)

Postar um comentário

  © DO MUITO E DO POUCO

Design by Emporium Digital