Recomeçar




Nas minhas caminhadas e vivências, aproximei de pessoas que parecem estar eternamente acomodadas com a vida que levam, reclamam, reclamam, mas nunca fazem nada. O pior de tudo é que costumo me afeiçoar à essas pessoas, porque elas são muito mais do que isso, elas são simples e apaixonantes, mas são fracas e tem várias desculpas para não mudarem ou guinarem as suas vidas. Se fico chateada? Fico, porque não é do meu feitio ver pessoas que gosto sofrerem tanto. Passei por momentos parecidos e percebi que se eu não for forte o suficiente e ter a vontade para mudar, ninguém fará isso por mim.

Nas épocas em que vive esses momentos foi difícil 'abandonar' (nem sei se essa é a palavra certa) as pessoas que amo e ser um pouco egoísta, pensar mais e cuidar mais de mim. Essa atitude pode ter decepcionado várias pessoas e as afastado de mim, mas encarei que essas pessoas poderiam me fazer algum mal.

Também aprendi que numa relação, em qualquer âmbito, tem que haver reciprocidade, todos tem que ceder, todos tem que abrir mão de algo para que a outra parte tenha seus direitos e vice e versa, ninguém pode se doar sozinho, nós somos seres humanos, esperamos algo em troca quando doamos nossos sentimentos, até mesmo quando estamos com o mais horrível dos sentimentos esperamos receber algo de volta, não tem jeito, você pode dizer que oferta sem querer receber, mas é mentira, em qualquer religião oferecemos algo em troca de um milagre ou uma graça ou o nome que quiserem dar e costumam dizer que nunca pediram um dádiva divina. Isso funciona com os nossos sentimentos, se damos amor, gostaríamos de recebê-lo, se doamos compaixão, é o mínimo que esperamos de volta, funciona assim, desse jeitinho, mas se disser que não espera com a mesma intensidade, eu até posso concordar.

Não consigo conceber como uma pessoa tem com quem partilhar a vida e não saber aproveitar, só sabem cobrar, não conseguem pensar na outra parte, são infantis e conseguem destruir o pouco sentimento que a se tem por elas. Por que as pessoas são assim? Por que não podem ser um pouco sensatos e perceber o que fazem? Por que não conseguem manter o que sentimos por elas? Por que só conseguem pensar 'em venha a nós' e o 'nosso reino' que se foda?

Temos nossos direitos e deveres, mas precisamos estarmos bem conosco para podermos partilhar qualquer coisa, não podemos abrir mão das nossas vidas e entregá-las a alguém que não nos dá valor. Sim, continuo sofrendo e chorando por essas pessoas, continuo gostando delas, querendo ajudar, mas não posso forçá-las a tomar atitudes e rédeas das suas vidas. É cômodo entregar sua vida para que alguém tome conta e ser infeliz?

Sei que a vida não é feita só de felicidade e concordo que se minha vida fosse uma felicidade só, seria extremamente sem graça, mas só você pode se ajudar a ter mais momentos felizes em sua vida! Eu assumo, se gosto de você, mesmo sendo de graça, quero pelo menos respeito, quero pelo menos um pouquinho de compreensão e compaixão, quero sim algo em troca!

Hoje começa a primavera e aproveitando o ensejo, por que não começarmos mudando as nossas vidas?


Abençoada a Primavera que chegou.
Abençoado o colorido das flores.
Abençoada a alegria e esperança que se apresentam.
E que a Deusa e o Deus abençoem a Terra com equilíbrio e renovação.

Que assim seja e assim se faça!

No Ipod: 



2 comentários:

Celestine - Luzia VK 2 de outubro de 2011 19:05  

lindo texto adorei...se me permite, eu postei seu texto no meu blog...divulgando...bju

Celestine - Luzia VK 2 de outubro de 2011 19:06  
Este comentário foi removido pelo autor.

Postar um comentário

  © DO MUITO E DO POUCO

Design by Emporium Digital